Logo Site

Vereador dinâmico e inovador que prioriza trabalho transparente, com mediação e sustentabilidade. O mandato é embasado em argumentos e pareceres técnicos. Visa atender demandas coletivas da cidade de Campo Grande - MS.

CONHEÇA MAIS
Transporte Público
16/03/2018
Agereg é questionada sobre quantidade de pontos para venda e recarga de passe de ônibus na Capital
Agereg é questionada sobre quantidade de pontos para venda e recarga de passe de ônibus na Capital

 

Foto: Izaías Medeiros/CMCG

O serviço de transporte coletivo de Campo Grande, que funciona na modalidade de concessão, precisa cumprir regras do edital e contrato firmado com a prefeitura. Uma delas é sobre quantidade de pontos para venda e recarga de passe de ônibus. Por conta disto, a Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos (Agereg) foi questionada sobre fiscalização e cumprimento da regra.

 

 

O mandato do vereador Eduardo Romero (Rede) encaminhou ofício para a agência municipal alertando das exigências. Uma delas é que o Consórcio Guaicurus precisa manter 500 pontos de venda de cartões avulsos (pré-pagos). O parlamentar lembra que no início d mês este serviço foi suspenso de duas unidades Peg fácil.

 

 

Outro alerta e cobrança de fiscalização é sobre a obrigatoriedade de manter 500 pontos de venda de créditos em cartões personalizados. Também é item obrigatório pontos de cadastro e fornecimento de cartões personalizados em todos os terminais de transbordo e do sistema de estações pré-embarque modular.

 

 

Eduardo Romero explica que quanto à exigência de 500 pontos para venda de cartões avulsos e 500 para venda crédito não necessariamente significa 1 mil pontos na cidade, pois ocorre de determinados locais ofertarem os dois serviços num único local.

 

No ofício o vereador questiona se a Agereg faz este tipo de controle, quantos existem na cidade, inclusive com a inauguração futura de novos terminais se estas exigências serão com o mesmo número mínimo de locais para recarga e venda. Também é questionada a venda pela internet. ‘Questionando o posicionamento da Agereg quanto ao seu papel fiscalizador de contrato de serviços públicos e qual atitude vi tomar em cãs de descumprimento’.