Logo Site

Vereador dinâmico e inovador que prioriza trabalho transparente, com mediação e sustentabilidade. O mandato é embasado em argumentos e pareceres técnicos. Visa atender demandas coletivas da cidade de Campo Grande - MS.

CONHEÇA MAIS
19/06/2019
Exigência do Plano Diretor, política de drenagem é um dos estudos em andamento na prefeitura
Exigência do Plano Diretor, política de drenagem é um dos estudos em andamento na prefeitura

 

Durante o painel internacional sobre drenagem urbana, realizado no dia 7 de junho na Câmara Municipal, o engenheiro Marcos Cristaldo, da Secretaria Municipal de Governo, palestrou sobre plano de ação de drenagem de águas pluviais. A implantação do Programa Municipal de Drenagem é uma exigência do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano Ambiental, que entra em vigo no dia 1º de agosto deste ano.

 

O painel foi realizado pela Frente Parlamentar de Vereadores Ambientalistas, que é coordenada nacionalmente pelo vereador por Campo Grande, Eduardo Romero (Rede) e pela Câmara Municipal. Foram cinco palestras com temas como experiência internacional em drenagem urbana, uso de drones como ferramenta no auxílio para monitoramentos hídricos, sistemas de alerta e previsão de inundações, além de demonstração do trabalho da comissão Especial  de acompanhamento e Fiscalização da Drenagem Urbana em Campo Grande.

 

O engenheiro Marcos Cristaldo fez demonstração de algumas discussões já realizadas na Câmara Municipal sobre o tema drenagem urbana e o que a prefeitura está organizando para a médio e longo prazo ter programas de soluções com integração de secretarias e tecnologias.

 

Vale lembrar que a cidade anda não tem um Programa Municipal de drenagem e que há previsão no Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano Ambiental, que devem ser revistos a cada quatro anos. O vereador Eduardo Romero destaca que  além da questão drenagem, a Lei Complementar 341/2018 que instituiu o plano exige trabalho de consonância e revisão também com os planos de  abastecimento, esgotamento sanitário e resíduos sólidos. Também tramita na Câmara Municipal projeto de lei que institui o Zoneamento Ecológico-Econômico do Município de Campo Grande – ZEE CG.

Acesse Aqui o PDF de todas as apresentações.

 

Assista a palestra completa do engenheiro Marcos Cristaldo: