Logo Site

Vereador dinâmico e inovador que prioriza trabalho transparente, com mediação e sustentabilidade. O mandato é embasado em argumentos e pareceres técnicos. Visa atender demandas coletivas da cidade de Campo Grande - MS.

Conheça MAIS
Seminário
16/10/2019
Seminário no dia 18 discute políticas públicas e meio ambiente quando o assunto é queimadas
Seminário no dia 18 discute políticas públicas e meio ambiente quando o assunto é queimadas

 

Direto ao foco – queimadas, meio ambiente e políticas públicas. Este é o tema de seminário que ocorre no próximo dia 18, das 8h às 11h, no plenarinho da Câmara Municipal de Campo Grande. Durante o evento serão apresentados trabalhos desenvolvidos pelo poder público municipal, estadual e terceiro setor para combate e conscientização dos males que a prática criminosa do fogo provoca.

 

O evento é aberto ao público e as inscrições podem ser feitas pelo endereço eletrônico http://abre.ai/seminarioqueimadas. O seminário é promovido pelo movimento Acredito, Frente Parlamentar de Vereadores Ambientalistas, Comitê Municipal de Combate aos Incêndios Florestais e Urbanos de Campo Grande, com apoio da Câmara Municipal de Campo Grande, prefeitura de Campo Grande e Assembleia Legislativa. Haverá certificado para os interessados.

 

O coordenador nacional da Frente Parlamentar de Vereadores Ambientalistas, que é vereador por Campo Grande, Eduardo Romero (Rede), explica que durante o seminário serão apresentados levantamentos sobre queimadas no Estado, bem como o que é feito de política pública, no que o clima tem interferido para aumento dos focos de calor e ainda o que o poder público pode melhorar para frear a prática criminosa que este ano já consumiu muito da fauna e flora, além de causar problemas de saúde.

 

O parlamentar destaca que o incêndio florestal traz um impacto imediato com destruição de ninhais, mortes de animais, consome a vegetação e traz sérios impactos negativos na qualidade do ar. Além disso, o meio ambiente leva um bom tempo para se reconstruir e não será a mesma. ‘Temos a preocupação também de quando chegar o período das chuvas, pois todo sedimento dos incêndios irão carrear para rios, lagos e lagoas e isto pode trazer outros problemas como a mortandade de peixes’, frisa.

 

Pela programação do seminário, representante do movimento Acredito, que é um movimento nacional e suprapartidário, vai apresentar os motivos da realização do seminário. O vereador Eduardo Romero, coordenador nacional da Frente Parlamentar de Vereadores Ambientalistas e vice-presidente da comissão Permanente de meio ambiente da Câmara da Capital, vai detalhar o que é o trabalho a entidade e o que enquanto vereador e a Casa de Leis têm feito de políticas públicas para o meio ambiente, em especial quando o assunto é sobre incêndios urbanos e florestais. O meteorologista Natálio Abraão vai traçar um panorama histórico sobre as condições climáticas no estado e o que eles influenciam e sofrem influência das queimadas. O governo do Estado também terá representante, inclusive detalhando os trabalhos mais recentes de combate aos focos de calor na região pantaneira do MS. O Comitê Municipal de Combate aos Incêndios Florestais e Urbanos traz informações e quadro comparativo dos focos de 2018 e 2019, registrados até agora.

 

Com todas as informações reunidas, será possível apontar um diagnóstico do que tem funcionado de políticas públicas sobre o tema e o que precisa ser aprimorado. Além disso, novas propostas podem ser apresentadas para os representantes dentro da competência de cada um para possível prática.